Eu Te encontro na límpida nascente
d’um  riacho, borbulhante na corrida
p’ro  mar, onde encontra seu poente,
concluindo seu ciclo natural de vida.

Eu Te encontro, na parada do beija-flor
a beber o néctar, energia de seu viver,
ou no vento forte que ao quebrar a flor
vai semeando pólen que a faz renascer.

Eu Te encontro sereno nos seios daquelas,
que ao derramar seu leite materno semeia
a vida com a imensa força de Sua pureza.
 
Eu Te encontro no infindável  das estrelas,
ou no mais pequenino dos grãos de areia.
Enfim,Te encontro Senhor por toda natureza.
 


Ermindo Gomes Rocio



ERMINDO GOMES ROCIO - VOLTAR

Criação de Páginas