Esparsos espaços,
vagos abrigos,
vagos...
Largos compassos
em teus abraços
enlaço...
Nuvens, miragens,
planetas, cometas.
Como mundos sem rumo,
nossos mundos se chocam,
entrechocam profundos,
se fundem,
confundem.
Explodem desejos,
ansejos confessos.
O céu se transforma
e o tempo se conforma
em ter que parar.
Até que...
Nova vida se forma...

Ermindo Gomes Rocio
 
 
 


 

ERMINDO GOMES ROCIO - VOLTAR

Criação de Páginas