Sou um, sou dois, sou três
até aos milhões se me vês:
como oceano sou chamado.

Sou um pingo afamado,
até das nuvens que choram:
Como chuva sou chamado.

Se a noite brinco, sou orvalho,
até das flores que choram:
Como néctar sou chamado.

Sou como o ás do baralho,
pois até dos que choram:
Como lágrima sou chamado.

Sou tudo , creia é verdade,
pois até para os que amam,
sou um pingo: O da felicidade.

Ermindo Gomes Rocio



 
 


ERMINDO GOMES ROCIO - VOLTAR

Criação de Páginas